Notícias
Síndrome do Edifício Doente: você sabia que sua saúde pode estar em perigo?
07/03/2019 Publicada nos sites da ABRAVA e site Revista Qual
CONBRAVA 2019! Participe dessa experiência!
28/02/2019 Foi dada a largada para a realização do XVI CONBRAVA – Congresso
Quem não tem ar-condicionado caça com ventilador. E pode se dar muito bem...
25/02/2019 Fonte: Blog da Lúcia Helena   Foi na semana passada (semana do…
Seminário sobre Sistemas de Incêndio Abrava-MG/AMEI | 21/02/19
20/02/2019 Nesta quinta-feira, dia 21/02, estará acontecendo o Seminário sobre Sistemas de Incêndio…
Climatizar Engenharia participa do 1º Seminário promovido pelo CEAEC
13/02/2019 Neste último dia 12 de fevereiro/19, no Sebrae-MG, foi realizado o 1º Seminário do
ABRAVA esclarece relação do ar-condicionado com o incêndio no CT do Flamengo | Programa Encontro
12/02/2019 Fonte: Site ABRAVA Presidente da ABRAVA Arnaldo Basile
CT Flamengo – Nota de esclarecimento à sociedade sobre o uso de sistemas de ar condicionado
12/02/2019 Fonte: Site da ABRAVA | Foto: Freepik  Face aos recentes acontecimentos, relacionados…
Seminário sobre Sistemas de Incêndio ABRAVA-MG/AMEI
05/02/2019 Com o objetivo de apresentar casos, nos quais as mediações das condições…
1º Seminário CEAEC Sebrae Minas - Belo Horizonte
29/01/2019 1º Seminário CEAEC
Sebrae Minas – Belo Horizonte, MG
12 de
Empresas do setor projetam para 2019 crescimento de 4% nas vendas de ar condicionado
28/01/2019 Fonte: Site da ASBRAV Picos de calor e busca por equipamentos que
Brasil: um dos países menos tóxicos da Terra
24/01/2019
Fonte: Site The Eco Experts
Cientistas criam pó capaz de reduzir CO2 da queima de combustíveis fósseis
22/01/2019 Fonte: Site Engenharia É e site Science Daily
Com projeto da Climatizar Engenharia, Mater Dei inaugura Unidade Betim-Contagem
18/01/2019 Foi inaugurada nessa sexta-feira, 18/01/19, a nova Unidade Mater Dei Betim-Contagem. Estiveram…
A importância da climatização em hotéis e pousadas por Qualindoor
17/01/2019 Fonte: Site da ABRAVA O artigo que trazemos hoje foi…
A participação ativa do ar condicionado em salas limpas para instalações das Ciências da Vida
15/01/2019 Fonte: Site Engenharia e Arquitetura O ar condicionado, como em…
Para a garantia do desempenho energético, isolamento é fundamental
10/01/2019 Fonte: Site Engenharia e Arquitetura Quando a abordagem…
Os benefícios “escondidos” de um sistema de ar-condicionado
07/01/2019 | Fonte: Site da ABRAVA O calor intenso tem feito parte do…
DNPC disponibiliza palestras do XVIII Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores 2018 para download
26/12/2018 – Fonte: Site da ABRAVA Departamento Nacional de Empresas Projetistas…
Mensagem de Natal e Ano Novo | Climatizar Engenharia
14/12/2018 | Mensagem de Natal e Ano Novo | Climatizar Engenharia Mensagem Natal e
CONBRAVA 2019 terá inscrições abertas a partir de 15 de janeiro
13/12/2018 | Informações do site da ABRAVA A ABRAVA e a comissão organizadora…
Salvador recebe Encontro Nacional de Projetistas e Consultores de Ar Condicionado
30/11/2018 Fonte: ABRAVA Qualidade do Ar, Bem-Estar e Saúde, Conforto Térmico, …
Cursos de engenharia de MG têm registrado altas taxas de abandono
27/11/2018 | Matéria do site da ABRASIP Os cursos de engenharia…
A importância de um projeto de climatização adequado às necessidades do cliente e do ambiente
23/11/2018 O Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores (DNPC) da Associação Brasileira…
Sistema multissensorial monitora temperatura, umidade e qualidade do ar em ambientes internos
16/11/2018 | Fonte: Portal Engenharia e Arquitetura
A startup paulista Omni-electronica, nascida na
O horário de verão ainda faz sentido?
10/11/2018  |  Fonte: Site Engenharia e Arquitetura
O horário de verão,
Evento em São Paulo debate presença feminina no setor de Climatização e Refrigeração
06/11/2018 | Fonte: Site do SINDRATAR SP Pela primeira vez na América Latina,…
Café com Palestra sobre PMOC, dia 07/11 em Goiânia
05/11/2018 | Fonte: Site da ABRAVA Café com Palestra sobre PMOC …
XVIII Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores | Salvador
30/10/2018 | Informações: Site da ABRAVA Entre os dias 28 e…
Rio de Janeiro recebe III ExpoQualindoor
29/10/2018 | Fonte: Site da ABRAVA Qualidade do ar, normas, novas tecnologias, aplicabilidade
ABRAVA realiza pesquisa sobre os impactos da lei do PMOC | Participe e registre a sua opinião
29/10/2018 | Fonte: Site da ABRAVA A aprovação da Lei 13.589  que torna…
2º Encontro Tecnológico ABRAVA Minas Gerais é realizado com sucesso
27/10/2018  | Fonte: Site da ABRAVA Cerca de 120 profissionais dos setores representados…
III EXPOQUALINDOOR - Qualidade do ar interno
19/10/2018 | Fonte: Site ABRAVA III EXPOQUALINDOOR | Qualidade do ar interno CEO OFFICES…
ABRAVA informa sobre mudanças no cadastro técnico federal para compra e importações de HCFCS
16/10/2018 Matéria publicada no site da ABRAVA Frente ao crescente questionamento…
A eficiência energética começa com a redução da carga térmica
11/10/2018 Matéria de Ana Paula Basile Pinheiro | Site Engenharia e Arquitetura
15ª edição do SAT debateu o mercado da construção civil
09/10/2018 Fonte: site da Abrasip-MG | Matéria: Letícia Carvalho via Assessoria de
2° Encontro Tecnológico ABRAVA Minas Gerais 2018
05/10/2018 No dia 18 de outubro, a ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração,…
Diretor da Climatizar na comissão julgadora do Prêmio ANPRAC/Mercofrio 2018
28/09/2018 | Com informações do portal de notícias da ASBRAV Terminou na última…
Entrevista para o Portal Web Arcondicionado
O nosso diretor Francisco  Pimenta concedeu ao portal Web Arcondicionado, uma entrevista  sobre a Importância…
EVENTO ASHRAE BRASIL
No dia 05 de Maio de 2016 aconteceu em Belo Horizonte o 1º evento ASHRAE…
A Climatizar inicia o desenvolvimento de projetos na plataforma BIM.
A Climatizar Engenharia inicia o desenvolvimento de projetos na plataforma BIM. Um dos primeiros projetos…
Seminário vai apresentar casos práticos de eficiência energética.
19/07/2012 – Jornal o Debate Rio de Janeiro – Na 13ª Edição do…
Construções sustentáveis
19/07/2012 – O Estado de S.Paulo O Brasil conquistou o quarto lugar no…
Conforto humano em edificações para serviços de saúde.
Em edificações para serviços de saúde,onde é freqüente a ocorrência e situações críticas e estressantes…
Edificações podem economizar até 50% com investimentos em eficiência energética.
A redução do consumo de energia elétrica, bem como o seu uso racional, não traz…
A sede da Ordem dos Engenheiros em Coimbra.
A sede da Ordem dos Engenheiros, em Coimbra, vai acolher o primeiro seminário
Síndrome do Edifício Doente: você sabia que sua saúde pode estar em perigo?

07/03/2019

Publicada nos sites da ABRAVA e site Revista Qual Imóvel

*Francisco Pimenta

 

 

Cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, dentre inúmeras outras no nosso país, possuem histórias longas, pois foram fundadas logo no início da colonização portuguesa. Isso fez com que muitas das suas construções sejam antigas, em parte por um uso contínuo desses prédios, e também em grande parte pela preservação histórica. Claro que os prédios não são tão velhos quanto a cidade, a maioria data de períodos mais recentes com algo em torno de 40 ou 50 anos, mas o fator histórico mostra uma cultura de preservação dos cidadãos, que é muito positiva para a cidade em termos de turismo, conhecimento e patrimônio cultural.

O problema é quando esses edifícios, alguns nem tão históricos apenas antigos, possuem problemas de saúde que não são imediatamente notados, pois são problemas de saúde estrutural, uma doença da construção, por assim dizer. Uma delas é a SED, Síndrome do Edifício Doente. 

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a SED é definida como “um conjunto de doenças causadas ou estimuladas pela poluição do ar em espaços fechados”. Estes espaços fechados, em sua maioria, são as grandes edificações as quais começaram a surgir na década de 1970 e hoje são os lugares onde passamos a maior parte de nosso tempo. Em casos extremos chegamos a ter construções do fim da década de 1930. Prédios de serviços públicos ou de empresas mais velhas no centro da cidade, e até mesmo residências, sãos os principais focos do SED.

É possível notar essas construções pelo estilo arquitetônico da época, pelo tamanho, pela ausência de tecnologias que só vieram a surgir mais adiante, e que não foram atualizadas na construção. No caso de riscos à saúde é que temos umproblema. A SED pode ser percebida quando em pelo menos 20% dos usuários (ocupantes) destas grandes edifições aparecem sintomas tais como dor de cabeça, náuseas, ardor nos olhos ou coriza. A existência da SED só foi reconhecida pela OMS na década de 80, quando houve uma contaminação coletiva de pneumonia num hotel na Filadélfia, o que ocasionou a morte de 29 pessoas.

No Brasil, o caso marcante foi no fim da década de 1990, quando morreu o então ministro das Comunicações, Sérgio Motta, em função do agravamento de seu quadro clínico que, segundo muitos, foi devido à presença de fungos no ar. Segundo especialistas no assunto, a SED não provoca doenças, mas pode colaborar para agravar males em pessoas pré-dispostas ou até mesmo provocar um estado passageiro. Ou seja, quando estas pessoas saem das edificações consideradas com SED os sintomas desaparecem.

Numa outra linha de raciocínio, a SED pode provocar alguns males (ou doenças) compartilhados. Um exemplo clássico disso é o caso da já citada contaminação coletiva no hotel na Filadélfia (EUA) em 1976 pela bactéria assassina Legionella pneumophila a qual causou uma forma rara e grave de pneumonia.

Um dos grandes problemas é que não temos uma ideia de quantos prédios hoje sofrem disso, nas grandes metrópoles. Este é um dado difícil de se adquirir, talvez por medo dos responsáveis pela administração dos prédios e condomínios em passar a informação. Porém, segundo a própria OMS, pelo menos 30 % das edificações em todo o mundo sofrem de SED. No Brasil, este número pode chegar a 50 %. São números alarmantes, mas que não tocam as autoridades competentes, surpreendentemente.

Talvez a pergunta mais importante nesse momento, seja: como combater isso? Já que muito está em risco. Uma das primeiras coisas a se fazer é cuidar das instalações de ventilação e climatização, como ar condicionado, desses prédios. Já ouvi dizerem que o ar condicionado é o culpado desse tipo de situação, porém isso é um dado enganoso. O equipamento só é causa quando o mesmo foi mal dimensionado, mal projetado, mal instalado e muito mal mantido. Podemos citar vários outras causas importantes da SED tais como acúmulo de poeira, grande presença de VOC (compostos orgânicos voláteis) e até mesmo os produtos de limpeza, todos eles responsáveis por alergias e irritações nas vias respiratórias.

Portanto, a melhor forma de combater (ou evitar) a SED é, entre outras, manter o ambiente limpo, ter controle sobre a quantidade de VOC dentro dos ambientes, ter controle sobre a quantidade e qualidade dos produtos de limpeza e conceber um bom sistema de ar condicionado, desde o seu projeto, passando pela instalação e comissionamento, até uma manutenção com qualidade. O próprio ar condicionado é algo necessário, vivemos em um país de altas temperaturas, mas é preciso estar atento aos cuidados pertinentes.

Os cuidados com o prédio fazem muita diferença, então estar atento a isso é tarefa da administração, mas também pode ser motivada por um olhar cuidadoso e proativo dos ocupantes em geral.

 

 

Saiba mais:

Conheça os perigos de ocupar um “edifício doente”- site eCycle - redação da equipe do site

O que é a síndrome do edifício doente? - site Sienge Platform - Jornalista Helena Dutra